A INVEJA

Você sabia que um dos piores sentimentos negativos que surge na mente dos seres humanos é a inveja? Ou você não sabia disso?

Mas é verdade! É quando o sujeito cobiçoso, destila dentro de si mesmo um veneno terrível, silencioso e muito letal que, na prática, significa lançar um olhar de menosprezo sobre as conquistas do outro que lhe é familiar ou desconhecido. Não importa! É um olhar tenebroso e no fiel da balança, ironicamente, ninguém quer ser reconhecido depois como alguém assim ou pior ainda, ter que admitir publicamente que é um invejoso e acabar convivendo sem máscaras com esta falha de caráter na personalidade por mera incapacidade de não saber como gerenciar os seus conflitos internos.

A propósito, vamos combinar uma coisinha?

– Parem com essa história de “inveja branca”! Isto não existe ! Afinal de contas, inveja é inveja de qualquer forma, jeito e pronto! É infame, atrapalha a sua vida e a vida dos outros, enquanto você a carrega nas suas costas como um parasita invisível por toda uma vida trazendo inúmeros atrasos no seu crescimento pessoal, além de representar severos prejuízos para uma  jornada de vida.

Inveja não é apenas um termo qualquer, é um conceito deletério que merece ser estudado com afinco, precisa ser reavaliado e descartado do seu arcabouço mental o mais rápido possível para revelar o seu equilíbrio mental perdido, atrás deste desvio comportamental gravíssimo.

Na Psicologia Moderna sabemos que as pessoas não invejam apenas o que os outros tem materialmente, mas invejam, principalmente, o que elas mesmas fantasiam (criam) sobre os outros na sua mente e dessa forma, morrem por dentro de si (aos poucos) por acharem que as suas vítimas não são merecedoras disso ou daquilo que conquistaram, o invejoso acredita piamente que eles estão perdendo uma oportunidade única e que deveria ser deles e não de outra pessoa e sofrem profundamente dizendo para si mesmas:  “Ele(a) não merecia ganhar isto na vida, isto deveria ter sido meu!”

É neste descaminho que tendem a classificar os seus desafetos como pessoas metidas, ostentadoras, vaidosas, arrogantes e esnobes através de um mecanismo psíquico de auto defesa emocional contra algo que não existe.

É lastimável ter que viver ao lado de uma pessoa amarga assim, uma vez que elas também tendem a fundamentar os seus pontos de vista no próprio ego exacerbado, ficando cada vez mais egocêntricas, egoístas, individualistas, etc.

O invejoso sente-se mal e acaba adoecendo de diversas maneiras, pois compromete o seu sistema imunológico. E a sua vítima? Geralmente, não fazem a menor ideia de serem o centro das atenções de um invejoso(a) patológico.

Agora se você descobriu que é alvo de alguém assim, não tenha medo, especialmente se a sua sintonia é positiva ou se a sua energia (homeostase psíquica) é de boa qualidade.

Neste caso, o fluxo negativo e perverso dos invejosos não poderá mais te alcançar e desestabilizar a sua vida, mas o invejoso não terá a mesma sorte e acabará se auto destruindo com o tempo através do seu próprio veneno que bebeu pensando ser champagne e na verdade era cicuta.

Tudo isto me lembra um famoso padre católico, intelectual e muito sábio chamado São Tomás de Aquino que escrevia sobre os conflitos entre a fé e a razão na idade média dizendo ser a inveja um indecoroso atentado contra o amor, já que é próprio do amor querer o bem do outro como queremos o nosso próprio bem. Fica a dica!

 

Dr. Marcos Calmon

Psicólogo Clínico

CRP 32.619 / 05

WhatsApp: (21) 98675-4720

(*)  COMPARTILHE ESTE ARTIGO DIRETAMENTE NO LINK ABAIXO PARA O SEU FACEBOOK OU TWITTER.  E, AJUDE OUTRAS PESSOAS A TER ACESSO A ESTE CONTEÚDO TAMBÉM. 

(**)  APROVEITE LOGO PARA SE INSCREVER ABAIXO GRATUITAMENTE COM O SEU E-MAIL E PODER DESFRUTAR DOS NOVOS ARTIGOS E PROMOÇÕES DISPONÍVEIS SÓ PARA VOCÊ.

Compartilhar Esta Publicação

Dr. Marcos Calmon

“Sou um arquiteto de mentes, comprometido com a sua transformação profunda e duradoura através da Psicologia Moderna”.

Categorias

Posts Recentes

  • All Post
  • Blog
Edit Template

Localização

Entre em Contato

VENHA COMIGO NUMA JORNADA

Copyright © 2024 Dr. Marcos Calmon

Desenvolvido por Touro Sites