O  QUE  É                        GESTALT-TERAPIA ?


                                              

       

 

Gestalt-Terapia é uma  terapia existencial-fenomenológica fundada por Frederick (Fritz) e a sua esposa Laura Perls, na década de 40. Curiosamente, ele também foi mais um dissidente e crítico da Psicanálise Clássica. Fato, que resultou na influência do pensamento Freudiano sobre o  sistema prático da Gestalt-Terapia, apesar de inúmeras modificações.

Mas, tal prática, que se orienta pela visão do homem como um todo, não o vendo como um "neurótico" ou como um "esquizofrênico" ou como sendo qualquer outra coisa. Fez com que a patologia fosse vista apenas, como mais uma das várias partes do todo, que o indivíduo é. Em última análise, é uma parte que sofre, mas não é isolada deste todo.

"A sua doença", tal como o paciente se auto refere. É encarada como a maneira mais "saudável" que a sua mente encontrou para enfrentar as situações insuportáveis ou conscientemente inconciliáveis na sua vida.  

 

       

 

Não fazemos uma negação do estado patológico ou do sofrimento do paciente. Buscamos realizar um novo enfoque, constatando que tal estado, permitiu que o paciente fosse capaz de sobreviver até aquele ponto. 

O que  houve na realidade, foi uma necessidade do paciente se organizar desta maneira, conscientemente ou inconscientemente.

A Gestalt-Terapia questiona se não haveria outras maneiras, outras formas de ser e viver, que possam atender mais precisamente ao momento no qual ele está vivendo. É um trabalho de avaliação das suas reais necessidades no     "Aqui-e-Agora".

                                                           

       

 

A base empírica da Psicologia da Gestalt, é fundamentada na psicologia da gestalt, iniciada por Max Wertheimer com Kohler e koffka; algumas reflexões acerca da filosofia existencialista, com base biológica na Teoria Organísmica de Kurt Goldstein, o equilíbrio da filosofia Zen-Budista/Taoísmo e o pensamento de Wilhelm Reich sobre o corpo, com a sua visão bioenergética das emoções, e com o desmanche das couraças musculares.

       

 

       

 

Enfim, a  Gestalt-Terapia unificou em seu corpo prático e teórico, aquilo que o ser humano mais precisa : 

"SER VISTO E TRATADO COMO UM SER HUMANO, 

E NÃO COMO UM SIMPLES OBJETO DE ESTUDO".

Na psicoterapia de abordagem gestáltica, a meta é que a pessoa venha a reequilibrar a sua própria vida, tomando as suas próprias decisões e efetuando escolhas responsáveis que, são implicadas com as suas reais necessidades. 

Logo, partimos do princípio que, em cada pessoa existem as condições necessárias para se alcançar a "homeostase psíquica". 

Psicólogo e paciente, deverão investigar juntos:

_Como o próprio paciente sabota a sua felicidade?

_ Como sabota a sua saúde e o seu processo de conscientização? 

 

   (figura e fundo)  

       

 

Nesta investigação existencial, a Gestalt-Terapia trabalha a partir do presente (aqui-e-agora), pois este é o momento em que as dificuldades do paciente emergem no jogo de figura e fundo.

 Ampliando a sua consciência,  permitindo-se lançar novos olhares, novas formas de ver a si mesmo, hoje e ontem, em função de um amanhã que deverá ser construído, colocando cada parte no seu devido lugar.

  

Assumindo a sua humanidade sem estereótipos...

 E, sobretudo, assumindo responsabilidades pelas suas escolhas.

Isto é Gestalt-Terapia!

 Uma abordagem que visa a autonomia do paciente diante da vida.  

Visando o contato humano real. 

Visando um olhar para uma saúde integral: 

Ou seja, em relação a tudo aquilo que você poderá vir a ser, (se permitir).

   Experimente nos conhecer !

                      

...experimente SE conhecer melhor !



[ VOLTAR AO INÍCIO DESTA PÁGINA ]

voltar para o menu

Site desenvolvido e criado por Image Virtual Copyright© 2006. Todos os direitos reservados