HIPNOSE - PERGUNTAS MAIS FREQUENTES



1) O QUE É HIPNOSE CLÍNICA?

É um procedimento que utiliza esta técnica milenar, através do psicólogo para acessar o inconsciente do paciente, trazendo muitos benefícios diretos sobre os sintomas psíquicos, somáticos e sociais.



2) POSSO IR EM QUALQUER PSICÓLOGO?

Não. Você gostaria de ser atendido por dermatologista para operar o seu coração?

Da mesma forma, você precisa de um profissional qualificado e habilitado por um treinamento sério, para poder exercer esta delicada especialização sem criar novos problemas.



3) QUALQUER UM PODE SER HIPNOTIZADO?

Sim. A menos que tenha alguma deficiência mental comprovada. Do contrário, poderá se beneficiar como todo mundo, pois se trata de um estado normal entre a vigília e o sono, pelo qual passamos naturalmente, todos os dias antes de adormecer.



4) O QUE SENTE AO SER HIPNOTIZADO?

O paciente poderá sentir um leve formigamento nas mãos e nos dedos; sensação de peso; etc. Mas durante a hipnose, o paciente não perderá a consciência ou o controle de si mesmo.

Sua mente consciente desce, mas os seus pensamentos continuam sob o seu controle, todos os seus estímulos são percebidos e o paciente encontra-se em completa comunicação com o psicólogo responsável pela sessão.

Enfim, poderá ter a “sensação” de que se encontra completamente desperto, pois poderá ouvir os ruídos no ambiente; poderá até resistir as sugestões, caso assim deseje e, principalmente, lembrar de tudo quando abrir os olhos.



5) QUAIS OS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS?

O psicólogo pode utilizar a ferramenta da hipnose para melhorar diversas situações, vejamos as principais:

  • Relaxamento muscular,
  • traumas emocionais,
  • estresse alto,
  • doenças de baixa imunidade,
  • síndrome do pânico,
  • aprendizagem infantil,
  • transtorno comportamentais compulsivos,
  • medos,
  • fobias,
  • auto estima baixa,
  • entre outras situações.


6) HIPNOSE É ESOTERISMO?

Não. Nada disto! É uma importante ferramenta a serviço da ciência e amplamente aceita pelos Conselhos Federais de Psicologia; Medicina e Odontologia.



7) ONDE E COMO ATUA A HIPNOSE?

A princípio atua sobre a mente, mais precisamente sobre o inconsciente do paciente que é uma continuação dele mesmo.

Diferente do consciente, o inconsciente é extremamente sugestionável, por isto sofre com inúmeras programações nocivas, contraídas no decorrer da sua existência, desde o momento em que nasceu.



8) DEMORA MUITO O TRATAMENTO?

Cada paciente é um universo de possibilidades, e isto faz com que um sujeito, nunca seja igual ao outro. Em alguns casos, podemos produzir um efeito à curto prazo, mas há intervenções, onde os resultados ocorrem em prazos médio e, finalmente, para os pacientes mais resistentes, obviamente, teremos prazos muito mais longos.



9) QUAL É O PRIMEIRO E O SEGUNDO PASSO?

Em primeiro lugar, é fundamental que o paciente deseje realmente ser ajudado e, esteja disposto a se entregar ao processo terapêutico, confiando plenamente no profissional que escolheu.

O segundo passo é frequentar assiduamente as sessões programadas com o psicólogo, cumprindo com os “exercícios” que foram solicitados para a prática no ambiente doméstico.